Santiago está chegando

Está quase tudo pronto para a chegada de Santiago, nesta próxima segunda-feira, 20 de janeiro. O que faltam agora são detalhes. Terminar de arrumar o quarto do príncipe, organizar a mala da maternidade e finalizar o kit lembrancinhas. O mais importante mesmo já está pronto faz tempo: o amor da família, que está na maior expectativa com sua chegada.

Sophia, a irmã de 5 anos, está numa ansiedade que só. Não se contém de tanta alegria. Já faz mil planos de brincadeiras com o irmãozinho e bola estratégias para ajudar a cuidar dele. A mamãe Alexandra e o papai Fábio também estão ansiosos. Apesar da experiência que ganharam quando nasceu a primogênita, cada filho é um filho.  Cada capítulo é diferente do outro.

Acompanho a história dessa família de pertinho desde o seu início. A mamãe Alexandra é irmã do meu cunhado Angelo, casado com minha irmã Telma. Eles serão padrinhos do Santiago e também estão contando os dias para a chegada do afilhado. E eu, que também não vejo a hora pra ver a carinha desse novo bebê,  fui requisitada para fornecer o primeiro presente dos padrinhos para ele: um mini ensaio para registrar a alegria dessa espera. Para que no futuro ele possa ver o amor que hoje já sente antes de nascer.

_LIN1305

_LIN1287

_LIN1314

_LIN1310

_LIN1398

_LIN1396

_LIN1374

_LIN1413

_LIN1342

_LIN1466

_LIN1455

_LIN1502

Vem pro mundo, Bianca!

Trabalhei com a Gisele em 2008, tempo do mundo corporativo. Naquela época, acompanhei de perto sua primeira gravidez. Combinamos de fazer algumas fotos, mas o apressadinho do Lucas adiantou-se e resolveu vir ao mundo antes do nosso ensaio.

Ficamos sem fotos da barriga, mas desde então, venho fotografando essa família todos os anos.  As aventuras de uma mãe e de um pai de primeira viagem, todos os aniversários do Lucas e a presença deles nos aniversários de amigos em comum e de amigos deles que se tornaram meus clientes também.

Agora, tenho a alegria de registrar a espera ansiosa pela chegada de uma princesinha.  Já estão garantidas as fotos da Gisele com barrigão. Então… Vem, Bianca!

_LIN1723

_LIN1775

_LIN1642

_LIN1657

_LIN1702

_LIN1738

_LIN1769

vert2

_LIN1693-2

_LIN1816

vert4-2

_LIN1832

_LIN1947

vert5

_LIN2136

vert7

_LIN1980

vert8

_LIN2083

Esperando Beatriz

A Vanessa e o André são amigos de uma grande amiga minha. E é principalmente assim que vem crescendo minha rede de clientes desde que comecei a fotografar neste segmento, em 2009. Chegam até mim o amigo, do amigo, do amigo e assim vai. Motivo de sobra para que eu sinta muito orgulho e gratidão!

Neste ensaio, está a espera pela chegada da Bia. Que já chegou! Logo, Vanessa e André estarão de volta a este blog em um novo ensaio, desta vez com a filhota!

Vanessa e André (5)

vericais1

vericais2

Vanessa e André (72)

Vanessa e André (66)

vericais3

Vanessa e André (96)

4Vanessa e André_PB (18)vericais5

À espera de Fernanda

Todos esperam ansiosamente pela Fernanda. E enquanto ela não chega, seus pais e seus irmãos se divertem com os preparativos, decorando o quarto, escolhendo roupinhas e sapatos, imaginando seu futuro, conversando com ela. Uma alegria que não tem tamanho de tão grande que é.

Conheci essa família linda num aniversário que fotografei. A mãe viu as fotos neste post e entrou em contato para que eu fotografasse a festa de sua sobrinha e fizesse seu ensaio de grávida. Logo mais, voltarei a essa casa cheia de amor para um novo ensaio, dessa vez com a Fernanda.

Aproveitarei para fazer mais fotos do Gabriel, o irmão mais velho, que por conta de uma enxaqueca não participou até o final desse nosso primeiro ensaio. Ele se retirou tão delicadamente, que fiquei impressionada com sua maturidade e educação. E fiquei morrendo de dó desse mocinho porque enxaqueca não é fácil nem pra quem é marmanjo. Por isso, neste post, temos muito mais fotos do doce Amadeu.

Fernanda é uma menina de sorte. Porque à sua espera está uma família incrível  =)

Esperando Pietro com mais um post sobre amizade

No post anterior falei dos amigos dos amigos que se tornam amigos. Hoje falo da amizade que nasce no ambiente de trabalho. Como aconteceu comigo e com a Graziela, a linda gravidinha deste post. Quando trabalhei numa agência de comunicação, a Grazi era minha cliente numa multinacional, ajudando a coordenar a revista para a qual eu escrevia e fotografava. Tínhamos um trabalho super afinado.

Os anos passaram e a Grazi, que também é jornalista, resolveu passar para o outro lado do balcão (como costumávamos dizer) e se tornou minha colega na agência.  Com a convivência diária e muita afinidade, acabamos nos tornando amigas. Eu, ela e toda a equipe da redação. Éramos cinco, uma turminha muito bacana.

Mais alguns anos se passaram e a Grazi retornou à comunicação numa outra grande corporação. Deixamos de ser colegas de trabalho e passamos a ser somente amigas, compartilhando todos os bons e nem tão bons momentos da vida.

Chegou a minha vez de sair da agência. Fui para a comunicação de uma grande construtora, onde fiquei apenas um ano. Um período curto, porém enriquecedor em todos os sentidos, principalmente no quesito amizade. Mas este assunto fica para um outro post.

Nessa época a Grazi estava retornando do Canadá. Ela também tinha saído da empresa para a qual trabalhava. Contei que eu estava fazendo alguns freelas, que tinha alguns projetos em mente e que estava recebendo muito apoio de uma grande amiga (amiga de amiga que ficou minha amiga). Propus a ela pensarmos em algum trabalho conjunto e numa dessas conversas, descobrimos que alguns dos meus amigos que estavam me ajudando eram amigos dela também. Coisas lindas da vida.

Depois de alguns pequenos projetos, chegou em nossas mãos um trabalho para um grande banco. E neste momento criamos a nossa agência de comunicação. Ficamos apenas pouco mais de um ano à frente deste empreendimento. Diante das dificuldades, tanto eu quanto a Grazi só tínhamos a agradecer por todo apoio que recebemos dos amigos nessa época. Mais uma vez os amigos. Sempre os amigos.

Resolvi abandonar a comunicação e me tornar doceira e fotógrafa. E a Grazi decidiu ser designer, complementando o trabalho de redação. Mesmo que por caminhos diferentes, continuamos caminhando juntas.  Olho pra trás e ao lembrar de toda essa trajetória sinto saudade, orgulho e alegria. E hoje, ao fotografá-la grávida, imagino o futuro. E me sinto feliz por compartilhar com ela a chegada do Pietro!

 

Sobre amigos e uma nova família

Faz um tempinho que estou devendo este post com as fotos de uma nova família. A família da Suzana, do Rodrigo e da pequena Maria Harumi. E hoje, dedico essa postagem não só a eles, mas a todos os meus amigos. Porque me lembrei da Suzana e de muita gente com uma conversa que ouvi ontem.

Perguntaram como é que eu faço pra ter amigos, onde é que eu os encontro. A pessoa me conhece desde criança e fica intrigada porque sempre fui uma criança tímida, quieta, de poucas palavras. Como me tornei uma adulta que conversa e que tem tantos amigos? Qual a receita? Quando me contaram, eu ri. Mas depois fiquei pensando na resposta que eu daria.

A primeira coisa que me veio à cabeça foi: eu sempre fico amiga dos amigos dos meus amigos. Sempre tem algum amigo (a) de amigo (a) com quem a gente se identifica, com quem a gente gosta de conversar. Deve ser a tal da empatia que faz a minha rede crescer (e não o Facebook!). Pra mim é um processo muito natural. Mas tenho percebido que pra muita gente não é. Então, começo a me sentir privilegiada por conhecer tanta gente bacana.

Não tenho receita. A única coisa que eu poderia dizer é: permita-se 😉

E aqui está a Paulinha, minha amiga que é amiga da Suzana. Na foto, as gêmeas Malu e Carol e o maridão Daniel =D

Enquanto Leonardo não chega…

Dias atrás, quando fotografei a Janaina e o Guilherme,  fiquei pensando no nome que dei a este blog, no porquê o escolhi. Acho que naquela época eu apenas imaginei que um lugar que reúne fotos de gente feliz é um lugar mágico. Mas hoje o termo faz muito mais sentido pra mim.

Há quem ache que depois de fotografar tantos casais “grávidos”, famílias, bebês e crianças eu poderia começar a ver tudo igual. Acho que alguns anos atrás até eu pensei isso. Mas não foi o que aconteceu. Cada família que eu conheço,  cada pai e mãe, cada criança me faz ver que a magia não está apenas no lugar. Está no olhar, nos gestos, nas palavras e nos corações das pessoas. E só há duas possibilidades de você não achar isso brega:

1-  Se você participar das sessões de fotos comigo. Porque não tem como não se envolver com a alegria dos pais e das crianças.

2 – Se você é pai ou mãe. Ou está para ser.

E se você se encaixa na segunda opção, vai se reconhecer na alegria da Janaina e do Guilherme,  que estão que não se aguentam de tanta ansiedade. Assim como os familiares e os amigos! Todos na maior expectativa à espera do Leo, que chega a este mundo a qualquer momento.

Enquanto isso, posto aqui algumas fotos do ensaio desses pais de primeira viagem, um casal lindo e super simpático.

E em breve, teremos fotinhos do Leo também =)